O Mestre dos Mestres

O Mestre dos Mestres
M. Ueshiba - O Sensei - Grão Mestre
Google

Visita à Passo Fundo em 26/02

SEJA BEM VINDO

Este Blog é dedicado às pessoas cuja motivação de vida seja o crescimento como ser humano. Admitindo-se que este passa pela opção de valorizar o SER em detrimento do TER e também pela difícil opção consciente que todos os grandes mestres pregam, que é a necessidade de priorizar em primeiro lugar o seu ser, pois este só poderá ser produtivo para os outros na medida em que estiver bem nos planos; físico, mental e espiritual.

Para publicar comentário, em um dos Post, CLIK em comentários, abaixo do texto escolhido.
POSTAGENS
Logo abaixo você sempre encontrara os três ultimos textos publicados.
Para recuperar textos mais antigos, navegue até o final do Blog e clik no link "Postagens mais antigas"

terça-feira, 10 de abril de 2007

EM TIME QUE ESTA GANHANDO NÃO SE MEXE (Continua)


Não se mexe?
Claro que não, mas quando a nossa meta, é o fracasso em médio prazo.
É isto que pensavam os administradores e executivos do Bamerindus, das lojas Arapuã, e alguns dirigentes e técnicos de futebol, também. O Abel que o diga.
Claro que tem que mexer! Mas para quem isto esta claro? Esta sim, para quem persegue a excelência constantemente; mas não como uma ferramenta para atingir um objetivo fixo, tal como um determinado nicho de mercado, ou talvez um certo campeonato; mas sim, como uma filosofia de vida, como um estado permanente de si e de seu grupo. Somente aqueles que percebem que o mundo atual é um meio de constante e acelerada mudança, é que enxergam o óbvio, que não existe “o topo”, que não existe uma chegada. E nada melhor para iluminar isto do que o sábio “Koan” oriental; “não existe uma chegada, o que existe é o caminho em sua direção”.
Não existe neste mundo natural e em nossas vidas, uma viagem em Piloto Automático. Se quisermos buscar todo o nosso potencial como ser humano, e sermos o melhor possível nas nossas relações, devemos levar nossa existência como um bom timoneiro, a todo o instante corrigindo a rota e buscando os melhores caminhos.
È importante evitar a zona de conforto, ela leva à estagnação e à decrepitude.
Mentes irrequietas como a de Ricardo Semler, de Bernardinho, Ivan Izquierdo e muitos outros é que são modelos de transformação positiva para um mundo melhor.Cultive a inquietude positiva, criativa, não se conforme, deixe a quietude para o cemitério.

Roque Vargas

Um comentário:

Walter Eduardo disse...

Gostei do tema, mas gostaria que fosse adiante, no seu desenvolvimento.