O Mestre dos Mestres

O Mestre dos Mestres
M. Ueshiba - O Sensei - Grão Mestre
Google

Visita à Passo Fundo em 26/02

SEJA BEM VINDO

Este Blog é dedicado às pessoas cuja motivação de vida seja o crescimento como ser humano. Admitindo-se que este passa pela opção de valorizar o SER em detrimento do TER e também pela difícil opção consciente que todos os grandes mestres pregam, que é a necessidade de priorizar em primeiro lugar o seu ser, pois este só poderá ser produtivo para os outros na medida em que estiver bem nos planos; físico, mental e espiritual.

Para publicar comentário, em um dos Post, CLIK em comentários, abaixo do texto escolhido.
POSTAGENS
Logo abaixo você sempre encontrara os três ultimos textos publicados.
Para recuperar textos mais antigos, navegue até o final do Blog e clik no link "Postagens mais antigas"

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

ORIGEM

Ontem, 10/02, foi um dia para lembrar o meu nascimento e o renascimento de minha Mãe: acredito que a mulher ao dar à luz, um filho, esta ressurgindo, renascendo como uma nova pessoa, pois tudo muda em sua vida, a partir daquele instante, ela esta ligada visceralmente a aquele novo ser. Por toda a sua vida, ou até além, estará sempre, com ele, em uma profunda relação de causa e efeito e podemos, até, identificar ai uma relação “ubíqua”, já que ela esta em todos os lugares e situações da vida de Mãe e filho.

Ela supera distancias físicas e espaciais e até de outras “dimensões”, pois supera a morte do corpo físico. Uma mãe nunca esquece um filho, esta sempre enviando de alguma forma pensamentos e energia a ele, e o filho estará sempre recebendo e retribuindo esta comunicação, muitas vezes até de forma inconsciente. Esta ligação entre ambos, não foi feita neste plano e, portanto não pode ser destruída aqui.

Acredito que todas as relações humanas partem de uma forma inconsciente, deste modelo. Homens e mulheres, indistintamente, estão sempre tentando buscar em outras pessoas e situações, a magia, a segurança e a beleza, desta, inesquecível, e matricial relação materna. Não é por acaso que todas as culturas seculares, e tradições esotéricas, fazem alusão, de alguma forma, a uma GRANDE MÂE.

Este é um tema fascinante e gostaria de receber opiniões e comentários.

 

Obrigado.

 

R. Vargas

2 comentários:

helloninja disse...

mas o nascimento do seu filho é também a morte da mãe, que deve se doar à criação da nova vida principalmente nos primeiros momentos, mas essa doação permanece eternamente. mulheres que não aceitam essa morte normalmente não são boa mães, ou pode-se dizer que simplesmente não exercem o papel de uma.
como num jogo, onde vc passa a bola para seu "colega de time", renunciando às suas jogadas, a fim de um exito geral, do grupo. algumas pessoas não estão prontas, ou não aceitam isso, e aí diz-se que essa pessoa é fraca "espiritualmente", que vive só das graças momentâneas, dos apelos do mundo físico, etc.

acontece que tudo que é novo representa a morte do antigo, mas também sua transformação, como vc disse.

Anônimo disse...

Querido Roque,

embora não tenha podido comparecer à comemoraçãoes de aniversário, sinto-me naturalmente em harmonia com este dia e este momento.
Sem dúvida uma mãe estará sempre ligada ao filho. Porém, o mais incrível desta história é que todas as mães ligam-se a todos os filhos.
De certa forma, comemorar um aniversário é comemorar este sentimento materno.
Feliz aniversário.
De tua seguidora Nádya